Músicas Traduzidas

THE MUMMER´S DANCE             

Loreena McKennitt

 

When in the springtime of the year
When the trees are crowed with leaves               
When the ash and oak , and the birch and yew 
Are dressed in ribbons fair
 

When owls call the breathless moon

In the blue veil of the night

The shadows of the trees appear 

Amidst the lantern light

 

            We´ve been rambling all the night

            And some time of this day

            Now returning back again

            We bring a garland gay

 

Who will go down to those shady groves               

And summon the shadows there

And tie a ribbon on those sheltering arms

In the springtime of the year

 

The songs if birds seem to fill the wood

That when the fiddler plays

All their voices can be heard

Long past their woodland days

 

            We´ve been rambling all the night

            And some time of this day

            Now returning back again

            We bring a garland gay

 

And so they link their hands and danced

Round in circles and rows

And so the journey of night descends

When all the shades are gone

 

" A garland gay we bring you here

And at your door we stand

It is a sprout well budded out

The work of Our Lord´s hand "

 

            We´ve been rambling all the night

            And some time of this day

            Now returning back again

            We bring a garland gay

A DANÇA SILENCIOSA

Loreena McKennitt      

 

Quando na primavera do ano

Quando as árvores estão coroadas com folhas

Quando a cinza e o carvalho, e a bétula e o teixo

Estão vestidos em belas fitas

 

Quando corujas chamam a lua ofegante

No véu azul da noite

As sombras das árvores aparecem

Entre a luz da lanterna

 

        Nós temos estado caminhando toda a noite

        E alguma parte deste dia

        Agora retornando novamente

        Nós trazemos uma linda grinalda

 

Quem irá para aqueles arvoredos sombrios

E chamará as sombras lá

E amarrará uma fita naqueles braços de refúgio

Na primavera do ano

 

O canto dos pássaros parecem encher a madeira

Que quando o falsificador  toca

Todas as suas vozes podem ser ouvidas

Distante de seus dias de mata

 

        Nós temos estado caminhando toda a noite

        E alguma parte deste dia

        Agora retornando novamente

        Nós trazemos uma linda grinalda

 

E então juntam suas mãos e dançam

Em círculos e fileiras

E então a jornada da noite desce

Quando todas as sombras se foram

 

" Uma linda grinalda te trazemos aqui

E na sua porta nós nos posicionamos

É uma brotação bem desabrochada

O trabalho da mão de Nosso Senhor "

 

        Nós temos estado caminhando toda a noite

        E alguma parte deste dia

        Agora retornando novamente

        Nós trazemos uma linda grinalda

 

Tradução: Tânia Costa Ávila
 

STORMS IN AFRICA

Enya

                                                                        

Though I walk through

warm sands in Africa

winds will grow soon

to storms in Africa

                                                       

        How far to go

        I cannot say.                                        

        How many more

        will journey this way?

                                

Dark skies fall down

black earth and ivory.

Far from your sun

clouds now close over me.

 

        How far to go

        I cannot say. 

        How many more

        will journey this way?

 

Storms have come!

Rains wash the earth away.

Dark skies fall down

into another day.

 

Rains have now come

from storms in Africa.

Time will go on

through storms in Africa

 

TEMPESTADES NA ÁFRICA

Enya

 

Apesar de eu caminhar através

de areias quentes na África

ventos logo irão aumentar

para tempestades na África

 

        Até onde ir

        Eu não posso dizer.

        Quantos mais

        Irão se aventurar deste modo?

 

Céus escuros caem

terra preta e marfim.

Distante do sol

agora há nuvens próximas sobre mim

 

        Até onde ir

        Eu não posso dizer.

        Quantos mais

        Irão se aventurar deste modo?

 

As tempestades chegaram

As chuvas lavam a terra afora .

Céus escuros caem

em outro dia.

 

As chuvas chegaram agora

das tempestades na África.

O tempo passará

Através das tempestades na África


Tradução: Tânia Costa Ávila
  

CURSUM PERFICIO

Enya

CHEGO AO FINAL DO CAMINHO

Enya

Cursum perficio
Cursum perficio
Cursum perficio
Cursum perficio

Cursum perficio

Verbum sapienti (eo plus cupiunt)
Verbum sapienti
Quo plus habent} eo plus cupiunt
Verbum sapienti
Quo plus habent} eo plus cupiunt

Post nubila, phoebus
Post nubila, phoebus
Post nubila, phoebus

Quo plus habent, eo plus cupiunt
Quo plus habent, eo plus cupiunt
Quo plus habent, eo plus cupiunt

Post nubila, phoebus
Post nubila, phoebus
Post nubila, phoebus

Post nubila, phoebus
Post nubila, phoebus
Post nubila, phoebus

Iternum
Iternum
Iternum

Chego ao final do caminho.
Chego ao final do caminho.
Chego ao final do caminho.
Chego ao final do caminho.

Chego ao final do caminho.

Uma palavra para o sábio: (mais elas desejam)
Uma palavra para o sábio:
Quanto mais (as pessoas) têm,} mais elas desejam.
Uma palavra para o sábio:
Quanto mais (as pessoas) têm,} mais elas desejam.

Após as nuvens, o sol
Após as nuvens, o sol
Após as nuvens, o sol

Quanto mais (as pessoas) têm, mais elas desejam.
Quanto mais (as pessoas) têm, mais elas desejam.
Quanto mais (as pessoas) têm, mais elas desejam.

Após as nuvens, o sol
Após as nuvens, o sol
Após as nuvens, o sol

Após as nuvens, o sol
Após as nuvens, o sol
Após as nuvens, o sol

Eternamente
Eternamente
Eternamente